Fuller’s: mais de 170 anos de boas cervejas

Fuller’s: mais de 170 anos de boas cervejas

Imortalizado no nome de uma das famosas cervejas da Fuller’s, 1845 é um ano que será para sempre sinônimo de Fuller, Smith & Turner. Foi então que os documentos de parceria entre as três famílias foram oficialmente assinados, marcando o início de algo muito especial para a cena de bares e cervejas de Londres – e hoje do mundo.

No entanto, a história da Fuller’s já vinha se formando muito antes disso.

Antes da Fuller’s

Cerveja e pub têm desempenhado um papel importante há mais de 350 anos. Naquela época, os bares eram numerosos e, além disso, era bastante comum as famílias grandes fabricarem sua própria cerveja.

No final dos anos 1600, uma dessas cervejarias particulares ficava nos jardins da Bedford House, em Chiswick Mall, região do distrito do Chiswick, Oeste de Londres. Uma outra cervejara, com uma produção muito mais humilde, estava operando nas proximidades, na casa de Thomas Urlin.

Quando Urlin morreu, a propriedade passou para sua viúva e genro, um cavalheiro chamado Thomas Mawson, que logo assumiu a gerência. Foi ele quem lançou as bases para uma grande empresa cervejeira – comprando a The George Public House e duas casas adjacentes por 70 libras, e depois comprando a cervejaria na Bedford House também.

Thomas Mawson ainda hoje é homenageado pelo The Mawson Arms, pub localizado no local original da cervejaria.

Disputas legais

Os próximos proprietários notáveis da cervejaria que se tornaria a Fuller’s foram John Thompson e David Roberts, cuja parceria de seis anos sofreu devido a uma série de disputas legais. Previsivelmente, a dupla se separou em 1786, quando Roberts saiu para se juntar à Casa Real e Thompson continuou sozinho.

Eventualmente, a cervejaria passou para seus filhos, Douglas e Henry. Foi sob a administração deles que em 1816 a cervejaria adquiriu o nome Griffin Brewery e o emblema do Griffo, que é sinônimo da Fuller’s. O símbolo já havia sido da cervejaria Meux e Reid, na apropriadamente denominada Rua Liquorpond, mas quando esse negócio entrou em colapso os irmãos Thompson o adquiriam.

A adoção do Griffo é uma decisão que certamente resistiu ao teste do tempo, mas outras decisões da dupla tiveram muito menos sucesso. Negociações duplas referentes a hipotecas levaram os irmãos – e a cervejaria – à beira da ruína. Eles precisavam de investimento e rápido.

A entrada de John Fuller

Os irmãos Thompson convidaram Philip Wood, irmão do Lord Mayor de Londres, para a parceria. No entanto, só o dinheiro de Wood snão poderia salvar a empresa. Ele também procuraram em outro lugar por ajuda. Veio de um John Fuller.

Os Fundadores da Fuller's: John Bird Fuller, Henry Smith e John Turner

Fuller era um cavalheiro rico e aproveitou a chance, investindo principalmente em nome de seu filho. Logo ele comprou a parte dos Thompsons e, em alguns anos, se viu o acionista majoritário da cervejaria e de seus pubs associados.

Em 1839, John Fuller morreu e passou o controle para seu filho, John Bird Fuller. O Fuller mais jovem se moveu rapidamente para deixar sua marca e, em 1845, ele cortou os laços com os Thompsons para tomar as rédeas sozinho.

Ele procurou investimentos e conhecimentos de terceiros, e John Smith – que ajudava a administrar uma cervejaria de sucesso – foi convidado a bordo. Ele investiu em nome de seu filho, Henry Smith, e de seu genro, John Turner.

Foi assim que Fuller, Smith & Turner surgiu.

Desde essa data, a Griffin Brewery cresceu e cresceu. Em 1929, exatamente 100 anos após a chegada do primeiro Fuller a Chiswick, a Fuller, Smith & Turner se tornou uma empresa limitada. A cervejaria floresceu e a empresa continuou a comprar e administrar um negócio de pub de muito sucesso.

Cervejas aclamadas

Após a incorporação, uma onda de cervejas aclamadas apareceu. Chiswick Bitter entrou em cena em 1930. Nos anos 50, o London Pride ocupou o centro do palco. Então, em 1971, a ESB foi lançada.

Os prêmios começaram a fluir tão livremente quanto a cerveja e a Fuller’s se tornou a primeira cervejaria a ganhar o prêmio CAMRA Champion Beer of Britain com três cervejas separadas.

A ESB foi a primeira a conquistar o título CAMRA Champion Beer of Britain em 1978. London Pride venceu em 1979. Após mais dois triunfos para a ESB, Chiswick Bitter completou o trio em 1989.

Crafting a Company

É claro que as cervejas ainda estão no coração da cervejaria hoje em dia, embora hoje seja de propriedade e operada pela Asahi Europe após a venda da The Fuller’s Beer Company em abril de 2019.

No entanto, o negócio de pubs e bares, instalados em todo o Sul da Inglaterra, não foi vendido e continua sendo operado pelos mesmos donos.

>> Conheça e compre as cervejas da Fuller’s em nosso e-commerce!

>> A nova planta piloto da Fuller’s

Pubs de sucesso

Ao longo de sua história, a Fuller’s continuou a construir uma rede de pubs invejável, que hoje conta em torno de 400. Quase metade dos nossos bares são arrendados, administrados por um inquilino ou arrendatário como negócio próprio, enquanto a outra metade pertence e é administrada por um gerente geral, funcionário pago da Fuller, Smith & Turner PLC.

Houve várias aquisições de referências desse universo, principalmente nos últimos anos. Em 1990, foram compradas 44 lojas da Ind Coope, a divisão de bares da Allied Breweries. Em 1992, foi aberto o primeiro pub Ale & Pie e, em 2005, a Fuller’s adquiriu a Gales Brewery em Horndean, Hampshire – juntamente com 111 pubs – um momento de mudança radical na história da Fuller’s.

Mas isso está longe do fim da história. Também foi adquirido o The Stable em 2014, uma verdadeira catedral para cidra e pizza e, em junho de 2018, foi a vez do Bel & The Dragon – seis impressionantes pousadas campestres localizadas nos arredores de Londres.

Quem sabe o que o futuro reserva para a cervejaria? E para os pubs? Só uma coisa é certa: o melhor ainda está por vir.

Livro da história da Fuller's

A história completa da Fuller’s foi publicada no livro Crafting a Company em dezembro de 2015 por ocasião dos 170 anos da cervejaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *